BLOG

6 Medidas para um bom controlo financeiro

11 Fevereiro 2020

20fev Controlofinanceiropmes Artigo 06

6 Medidas para um bom controlo financeiro

Artigo é da autoria de Susana Bugalho, Business Coach da ActionCOACH Lisboa.

Um dos principais desafios de grande parte dos nossos empresários, nomeadamente de micro e pequenas empresas, é o TEMPO, ou melhor… a falta dele!

Com as preocupações do dia-a-dia, os “fogos” que precisam apagar, o apoio à equipa (quando existe!), os clientes que reclamam, os pagamentos que têm de garantir e os recebimentos que tardam, o Estado que não espera… pouca é a disponibilidade para alocar tempo a várias áreas cruciais, nomeadamente a um controlo financeiro adequado, que lhe iria permitir uma melhor gestão da sua empresa e evitar uma série de preocupações como muitas das mencionadas.

Esta “indisponibilidade” ganha mais força quando o empresário não tem formação na área financeira e simplesmente interioriza que “não gosta de números e não percebe nada do que o contabilista lhe manda”.

Ora é aqui que o desafio TEMPO começa a interferir com a gestão da sua empresa e dá enfase a um outro desafio bastante comum: DINHEIRO, que o pode levar à ruína!

Entre os erros mais frequentes praticados pelas micro e pequenas empresas, alerto-vos para estes 4, diretamente relacionados com a área financeira:

  1. Não têm Plano de Negócios. Não havendo um plano, não existem na maioria das vezes objetivos definidos nem a curto nem a longo prazo, estratégias a implementar, não conhecem o mercado alvo onde se posicionar. Posto isto, não existe FOCO.
  2. Misturam finanças da empresa com finanças pessoais, muitas vezes dando origem a uma descapitalização.
  3. Tomam decisões sem dados suficientes para avaliar o impacto na saúde e nas contas da empresa. É inevitável ter um controlo detalhado de todas as despesas fixas e variáveis, de todas as receitas para poder avaliar qual o impacto futuro dessas decisões.
  4. Contraem empréstimos para pagar despesas operacionais (fornecedores, impostos…). Se a empresa não consegue pagar as suas obrigações do dia-a-dia é necessário rever o plano. Empréstimos são uma excelente opção quando se trata de investimentos, não de despesas operacionais.

Na base de uma boa gestão, inevitavelmente está o conhecimento dos números da sua empresa. E não apenas os históricos, que esses já lá vão!

É de extrema importância, conhecendo a situação atual da empresa, conseguir preparar o futuro, identificando oportunidades e que lhe irão garantir a continuidade do negócio.

Neste artigo vou-lhe falar de 6 Medidas a implementar que lhe garantem um ótimo controlo financeiro que lhe irá facilitar a gestão da sua empresa e tomar as decisões adequadas.

  1. Conheça o seu Breakeven Point

Faça um levantamento de todos os seus custos, fixos e variáveis e identifique qual o valor de venda diário \ semanal\ mensal que precisa para fazer face a essas obrigações.

Sugiro que tenha também em consideração qual o lucro que pretende obter. Desta forma estará focado num valor de venda que o garantirá!

  • Implemente um Mapa de Tesouraria

Prepare um mapa de controle de dinheiro que entra e sai das suas contas bancárias, a 13 semanas. Tenha em consideração todos os recebimentos que prevê obter e todas as suas obrigações, ao longo das semanas futuras.

Esta ferramenta dá-lhe perspectiva de um eventual momento onde a conta possa ficar a descoberto, permitindo-lhe antecipadamente coordenar novos prazos de pagamento com fornecedores, reforçar as estratégias de cobranças ou na área comercial, que lhe permitam incrementar o volume de vendas e o recebimento de dinheiro.

  • Conheça o seu Cash Gap

Controle o número de dias entre o prazo médio de pagamento e o prazo médio de recebimentos e implemente estratégias para reduzir esse gap. Esse é o nr de dias em que você está a “financiar” o seu cliente, sendo que muito provavelmente terá obrigações a pagar, como por exemplo o Iva das faturas emitidas.

  • Conheça as suas Margens Brutas

Saiba exatamente que margem tem em cada gama de produto, quais os produtos que lhe libertam mais margem e quais os que precisa de tomar medidas para a reforçar ou, até mesmo decidir deixar de comercializar esse produto!

  • Faça um Orçamento Anual e controle a Demonstração de Resultados e o Balanço

Solicite a colaboração do seu contabilista, e analise mensalmente ou trimestralmente os relatórios financeiros. Compare os resultados alcançados com os previstos por si e analise os desvios para perceber o que pode melhorar, implementar.

  • Controle os KPI’s da sua empresa

Identifique quais os KPI’s mais importantes que lhe interessam analisar, para que possa garantir que está a ir no caminho certo.

Estes KPI’s não se cingem apenas a indicadores financeiros, mas também outros como por exemplo, o nr de leads, a sua taxa de conversão, o nr de dias de envio de propostas…

A área financeira é um dos principais pilares de controlo que tem de estar fortalecido e que permitirá um crescimento sustentado, consistente e saudável a qualquer empresa.

Não se esqueça que … o que não se mede não se gere e, se quer resultados diferentes, terá de fazer coisas diferentes!

Se quer aprofundar o seu conhecimento sobre este tema, junte-se a nós no próximo Workshop «Controlo Financeiro para PME´s». É já no dia 20 de Fevereiro. Saiba mais aqui.

Estou à sua disposição para esclarecimentos e comentários quanto ao artigo, através do email susanabugalho@actioncoach.com

Gostou deste artigo?

Saiba que é apenas a ponta do iceberg! Agora pode adquirir competências na correta avaliação da situação financeira do seu negócio e a eficaz previsão das suas necessidades de tesouraria; só assim vai poder ter um negócio preparado para crescer.


Tenha acesso ao Mapa de Tesouraria Gratuito e descubra como controlar as finanças da sua empresa com 13 semanas de antecedência!


Preencha os seus dados e tenha acesso imediato:

Susana Bugalho

Susana Bugalho

O principal foco da coach Susana é fazer com que os seus clientes alcancem os seus principais objetivos, que os levaram a criar o seu negócio, sejam eles Tempo, Dinheiro e/ou Liberdade. É bastante comum os empresários se encontrarem exatamente na situação oposta, a trabalhar “no negócio” e não “para o negócio”, sem tempo e com dificuldades. Se é este o seu caso, então não só está no bom caminho, como inclusive já deu o primeiro passo! Com a metodologia ActionCOACH, com o seu empenho e com o suporte da coach Susana, pode começar já a visualizar o seu Negócio e a sua Vida de Sonho!

Últimos artigos de Susana Bugalho

Posted in

Partilhar:

Destaques

Agende já a sua sessão grátis

Experimente a nossa sessão de coach individual sem risco nem compromisso